Igreja Presbiteriana da Graça

Artigo

Rosa ou Repolho



Rosa ou Repolho?

Introdução: Algo muito interessante é quando atentamos para o Repolho e a Rosa. Quando o repolho é plantado e começa a brotar ele se abre todo para receber o orvalho e a chuva que vem do céu, vai passando o tempo ele vai crescendo, tomando forma se fortalecendo e começa a então a se fechar, e vai se fechando e se fechando cada vez mais ao ponto de ser quase impossível de ser aberto, e se tentar abri-lo começa a rasgar suas folhas. Ao ponto de que a rosa quando plantada começa a crescer e aparece então um pequeno botão,fechada e introspecta mas ao passar dos dias ela vai se abrindo até se tornar uma linda rosa toda aberta para abrilhantar o lugar em que for colocada, e quanto mais velha mais cheirosa fica enquanto o repolho quanto mais velho mais mal cheiroso fica.

Há hoje dois tipos de pessoas na Casa de Deus o Crente Repolho e o Crente Rosa:

Crente Repolho: É aquele que entregou sua vida para Jesus no maior fervor, logo no primeiro dia de sua conversão já foi batizado com o Espírito Santo, logo no primeiro mês já se batizou, era obediente ao seu pastor, super submisso,fez discipulado, cursos e etc., etc., etc. .. Mas logo o tempo foi passando e ele achando que já sabia demais foi se tornando critico, frio, e foi se fechando para dentro de si a cada dia e se fechou para ensinamentos......

Crente Rosa: É aquele irmãozinho que é quietinho, se converte timidamente, mas a cada dia busca aprender mais e mais de Deus, aos poucos vai se familiarizando e então vai se abrindo para Deus, e vai se abrindo, e exala o bom perfume de Cristo.

Gn 1 - Deus criou o homem perfeito e para Dominar,sua natureza sua essência era divina, porém o homem deixou-se levar pela sedução do pecado e passou a viver uma natureza terrena e destrutiva.
“Fazei, pois, morrer a vossa natureza terrena: prostituição, impureza, paixão lasciva, desejo maligno e a avareza, que é idolatria.” (Cl 3:5)

“... pelas quais nos têm sido doadas as suas preciosas e mui grandes promessas, para que por elas vos torneis co-participantes da natureza divina, livrando-vos da corrupção das paixões que há no mundo.” (II Pe 1:4)
Natureza Divina trocada pela Natureza Terrena – Jz 13 – Sansão

Tinha tudo para ser uma benção, mas foi se fechando para o que era de Deus até que morreu apodrecido no pecado e na vergonha.

Natureza Terrena trocada pela Natureza Divina – At 9 - PauloEra um perseguidor da igreja, sua natureza era totalmente terrena quando teve um encontro com o Senhor Jesus, foi levado para uma casa ficou lá um tempo foi se abrindo e se tornou um dos maiores pregadores se não o maior pregador depois de Jesus.

Pr. Alexandre Grego – IPG-Sede